terça-feira, 20 de maio de 2014

Na mala

Na mala

(Anne Lieri)





Na mala levo lembranças
De dias de alegria
Levo algumas esperanças
Tornar melhores os dias.



Roupas que são confortáveis,
Nada de luxo eu aninho
Ideias inigualáveis
Que juntei pelo caminho.



Uns poemas distraídos
Colhidos de minha infância
Muitos sonhos, uns gemidos...
Da dor de certa inconstância.



Levo rezas, pátuas,
Terços para oração,
A benção dos Orixás,
Uma canção de Nanã.



Levo um tempo de sobra
(Não sei o que vou encontrar)...
Nessa viagem sem volta
Não posso mais me arriscar.





14 comentários:

✿ chica disse...

Linda e bem profunda arrumação dessa mala,Anne! Gostei!Viagens, mesmo interiores, são necessárias! bjs,chica

Anete disse...

Viajar com a mala levinha e com bom conteúdo é tudo de bom...
Poema reflexivo e esperançoso...

Bom Dia, Anne...

Bell disse...

Bagagem preciosa =)

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

A mala tem que estar repleta de amor,poesias e recordações daqueles que amamos tanto.
bjs amiga Anne.
Carmen Lúcia

Marineide Dan Ribeiro disse...

A mala deve ter poucos objetos pessoais para caber muita esperança, muito sonho e diversão!

Bjusssssssssssssssssss

Marli Soares Borges disse...

Anne, que coisa mais linda essa poesia! É a vida, o viver verdadeiro que você retratou aqui, o viver espiritualizado que em resumo é muito mais leve e melhor. Assim é que vale a pena viver, sem carregar excesso de peso nas costas.
Lindo demais!
Bjs
Marli

P.S. ando meio sumida, comprei um note novo e estou aprendendo o novo sistema operacional, (enfim, livre do windows e seus virus!)

Luma Rosa disse...

Oi, Anne!
Nessa viagem sem volta, a mala tem de estar leve e ter apenas aquilo que realmente é necessário. Sonhos, alegrias, esperança e muita disposição!!
Beijus,

Renata Diniz disse...

Anne! Quero sempre a leveza dessa mala linda! Beijo!

Iasmin Cruz disse...

Que coisas belas carrega na mala.

LUCONI MARCIA MARIA disse...

Anne você fala da mala pronta para a viagem, onde está apenas o que tem realmente valor, que é o que você ama e muito respeita não esquecendo da inocência de criança que em seu eu eternamente vive, sabe menina me emocionou, não só por ser belo, mas também pela energia da saudades que nos faz suspirar, te gosto muito meu anjo, beijos Luconi

Amara Mourige disse...

Anne, que viagem maravilhosa!
Beijos
Amara

Mirtes Stolze. disse...

Boa noite Anne.
Boa arrumação da mala,na vida realmente temos que diminui a nossa bagagem .
Beijos

Antonio Reis disse...

E no fundo vamos notar que pouco temos que levar, mas as coisas mais preciosas e lindas estas estarão

Meu abraço Anne,
beijo

Beatriz Bragança disse...

Querida Anne
O conteúdo dessa mala fez-me reflectir!
Gostei imenso do poema.Muitos parabéns.
Um beijinho
Beatriz

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...