quarta-feira, 14 de maio de 2014

Bola de neve

Bola de neve

(Anne Lieri)



Se algum problema vier
Resolva bem depressinha
Não deixe encher a colher
Derramar sal na cozinha...



Quando um problema aparece
Logo outro vem atrás
Vira uma bola de neve
Pode não acabar mais!



Vale o velho conselho
De não deixar pra amanhã
Acabe com esse pentelho
Mande lá pro Jaçanã!



Pois o que era pequenino
Aumenta sem nunca parar
E pode ficar grandinho
Dar trabalho pra acabar!



Na vida bolas de neve
Aparecem sem cessar
Seja direto e bem breve

Resolva assim que chegar!




14 comentários:

✿ chica disse...

Que grande verdade essa! Nunca um problema chega sozinho, vem em roldão, parece pra nos derrubar! Adorei te ler! bjs, lindo dia! chica

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

São essas bolas de neve que temos medo amiga Anne.
Linda poesia.

bjs
Carmen Lúcia

Bell disse...

Me lembrei da minha mãe, ela fala sempre: resolve se não vira uma bola de neve rs....

bjokas =)

Tunin disse...

Virar bola de neve é terrível. Se não cortar pela raiz, como dizia minha mãe,a coisa não terá fim e muitas dores de cabeça virão.
Abraços, Anne.

Samuel Balbinot disse...

Bom dia Anne.. ainda tenho bolas de neve para desmanchar srs
gostei dos versos. rimados, com o sentido de despertar.. abraços e até sempre

Iasmin Cruz disse...

Que lindo a forma que tu transmite até o problema. Que todos sejam resolvidos logo, pra não virarem uma blog de neve.

www.iasmincruz.com

LUCONI MARCIA MARIA disse...

Anne com certeza, deixar para amanhã é formar um problema maior ainda, que acaba acumulando outros e outros, gostei da forma alegre que nos deu um belo conselho, beijos Luconi

aluap disse...

Parabéns Anne pela poesia. Só de ler até se resolve melhor nossos problemas :-)

Um abraço e cont. de boa semana.

Renata Diniz disse...

Anne! Que bom e alegre alerta em versos. Beijo!

Luciene Tenorio Nunes disse...

Olá Anne,
Com esta poesia a bola de neve dos problemas, por mais grande que seja, derrete facilmente! Adorei.
Bjk.

Anete disse...

Pois é, coragem e força para resolvê-los depressinha...
Um abração, Anne... Não sentiu sua orelha coçar ontem à tarde?! Rsss... estive c a Chica/Joaninha... Foi ótimo!!

Calu B. disse...

Indispensável conselho que nas rimas vem avisar, para que fiquemos atentos e não deixemos o tempo passar.
Brincadeira séria e importante.
Bjos, Anne.
Calu

Tais Luso disse...

É resolver para ontem!! Deus que me livre... O melhor é resolver para se livrar logo do pepino.

Um beijo!

Beatriz Bragança disse...

Querida Anne
Tem razão! Muitos poucos fazem MUITO!
O seu belo poema é um óptimo conselho que todos devemos seguir.
Nunca guardar para amanhã o que pode ser resolvido hoje!
Obrigada.
Um beijinho
Beatriz

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...