quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Do sorriso que se foi

Do sorriso que se foi

(Anne Lieri)




Quando foi que nos perdemos?


Éramos tão unidos! Não conseguia largar tua mão...


Seu sorriso sumiu com o tempo.


Será que fui eu que o roubei do seu rosto? Ou foi a própria vida que o decepcionou?


Você é outra pessoa quando sorri. Tem um brilho nos olhos.


Entristeço-me ao ver teu olhar perdido e a face endurecida.



Quisera voltar o tempo e rever aquele sorriso, aquele olhar cheio de ternura que hoje se esconde atrás de um coração amargurado.

11 comentários:

Arlete Mourige disse...

Oi Anne!Tudo bom?Lindo poema! Que bom seria se pudéssemos voltar o tempo e corrigir ações erradas.Bjs

✿ chica disse...

Triste inspiração e ver as mudanças que a vida faz nos outros é dolorido.Queríamos que os sorrisos fossem os mesmos, a alegria se estampasse. Nem sempre! Lindo,Anne! beijos,chica

Anete disse...

Cativar sorrisos é importante, mas algumas vezes a vida nos machuca de uma maneira que fica difícil sorrir ternamente...
Forte e intenso texto, Anne...
Abraços

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida Anne
Me sinto assim, muitas vezes, a procura do meu sorriso e de outros...
Bjm fraterno

Beatriz Bragança disse...

Querida Anne
A vida transforma-nos!
Por vezes, e tao dura, que sorrir e um enorme esforço!
Parabens pelo texto, que relata a realidade para muitas pessoas.
Beijinho
Beatriz

Sandra Botelho disse...

As vezes o sorriso se perde na dor e obcurecidos pela tristeza deixam de sonhar. Bjos achocolatados

Pérola disse...

A vida e a sua mutabilidade constante.

Nem sempre se entende.
Raramente se percebe.

Há que viver, sentir e ser-se.

Beijinhos

Renata Diniz disse...

Anne! O sorriso e o brilho no olhar parecem estar cada vez mais em xeque mate. Ainda bem que a poesia nos salva. Beijo!

Dorli disse...

Oi Anne
Linda e triste poesia.
A vida é assim. São sequências de batalhas e decepções que nos tiram o sorriso nos lábios
Beijos
Lua Singular

Luconi Marcia Maria disse...

Doce amiga, este poema é tão verdadeiro, como a vida muda as pessoas, de repente o sorriso apaga, a espontaneidade e nos olhos só amargura, nossa amiga assisti tanto isso, hoje mesmo não reconheci uma amiga, triste não é? Um belo texto que fala da verdade da vida, beijos Luconi

Amara Mourige disse...

Anne, linda poesia!
Muitas vezes passamos por decepções que nos tira a vontade sorrir!Ficamos triste e endurecidas!!
Beijos
Amara

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...