terça-feira, 17 de setembro de 2013

BC da Irene


Chôro contido
(Anne Lieri)





Karina apenas olhou quando Alex fechou a porta e se foi.

 Ficou imóvel, ajoelhada no sofá florido que escolheram juntos.

Não parecia real aquela situação, mas no fundo ambos sabiam que era questão de tempo.

Gostaria que tivessem discutido mais, gritado um com o outro, jogado uns pratos... Ao invés disso, a conversa foi civilizada, em voz baixa, repleta de razões e sem repentes de emoção. Tudo muito contido, como sempre.

Simplesmente chegaram ao fim do relacionamento, não do amor. Ficava um amor transformado em amizade, compreensão e gratidão.

Não havia nada a culpar, já que não houve traição, nem desrespeito de nenhuma das partes.

Apesar de tudo a tristeza estava ali.



Karina deitou-se no sofá, abraçou uma almofada e chorou baixinho.






Esta é minha participação da semana na BC da Irene.

Quer participar?

Clique no nome do blog:

14 comentários:

✿ chica disse...

Lindo,Anne! Que situação essa da tua inspiração.Deve ser triste!! Gostei muito de ler! beijos,chica

Ritinha disse...

Puxa!! que triste!!!
Mas apesar de tudo, a tristeza faz parte do crescmento interior.
bjs
Ritinha

Bell disse...

Só quem já viveu isso, sabe o peso da dor de ver a pessoa amada partindo.

bjokas =)

Anete disse...

Texto de reflexão e que nos mostra que decisões devem ser tomadas com respeito e firmeza... Despedidas sempre deixam tristeza, lembranças e impactos...
G O S T E I !

Beijos e Bom Dia...

XicoAlmeida disse...

Tão simples, tão real, mas de uma intensidade imensa.
Quem por tal passou o sabe, sem necessitar de imaginar.
Mas, acho que a mizade vem depois das feridas curadas e a cabeça fria. Antes a revolta, por nós e pela outra pessoa.
Abraço.

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida amiga Anne
É incrível como tem gente que "grita" mesmo que nada diga!!!
Talvez tenha sido bem melhor não ter quebrado nada nem jogado nada pelos ares!!! rs...
Bjm de paz e bem

Kellen Bittencourt ( Trilhamarupiara) disse...

Oiii Anne, bela participação, embora me dê até arrepios de pensar viver uma situação destas rsrs Bjooooss

Sissym Mascarenhas disse...

Ana,

Um fim consciente, mesmo dito de maneira civilizada, o que seria bom a todos, tambem dói. Porque houve uma historia em Era Uma Vez...

Beijos

Jeanne Geyer disse...

Divulgando o novo blog: http://50nuancesdecinza.blogspot.com.br/
É um blog de poesias e minicontos, pensamentos. Te aguardo. Bjs

manuela barroso disse...

Momentos contidos para que sobrem pelo menos as recordações de uma vida partilhada com respeito, num adeus com dignidade.
Belíssimo mas triste final que aqui fica como exemplo
Beijinhos querida amiga Anne

Renata Diniz disse...

Anne! Muita maturidade desse casal e da sua imaginação. Adorei! Beijo!

pensandoemfamilia disse...

Oi Anne
Tivemos uma inspiração parecida, mas não fui ao ponto final.
parabéns.
bjs

RUDYNALVA disse...

Anne!
Tristeza vê-lo ir... é a vida.
Parabéns pela criatividade.

Desejo um final de semana cheio de luz e paz !!
cheirinhos
Rudy
BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!
"Cada um recebe de acordo com o que dá. Se você der ódios e indiferenças, há de recebê-los de volta. Mas se der atenção e carinho, há de ver-se cercado de afeto e amor."

Irene Moreira disse...

Nada melhor que um dia após o outro para acalmar nossos corações.
Adorei como sempre sua participação!

Linda semana

Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...