sexta-feira, 30 de agosto de 2013

BC da Irene

Refúgio

(Anne Lieri)




No velho porão Ivete ficava depois de um dia de aulas de francês, latim, boas maneiras e piano.

Ali, era seu mundo secreto, em meio a antigos baús, muitos livros e teias de aranha.

Não importava se caia a noite, ela sempre tinha um castiçal para iluminar.

No caderno bordava as letras de uma nova poesia.

Esse refúgio era sua visão de felicidade.





Essa é minha participação na BC da Irene.

Veja mais momentos de inspiração.

Clique no nome do blog:

11 comentários:

Beatriz Bragança disse...

Querida Anne
Que belo texto!
Fez-me recordar momentos da minha infância e juventude. S+o que eu não escrevia,eu lia.
Muitos parabéns pelo seu texto.
Beijinhos da
Beatriz

✿ chica disse...

Lindo e pobre Ivete, depois de tantas aulas chatas, precisava um sufoco desses ,precisava poetar, ler o que lhe dava prazer...Lindo! beijos,chica

Anete disse...

Ah, Ivete, sabia escolher bons momentos! "Bordar letras, fazer poesia, estar num mundo secreto no meio a muitos livros..." Esse lugar era mesmo um refúgio que trazia felicidade palpável!
PARABÉNS!

Beijos e BOM DIA!!!

Ritinha disse...

Puxa!
Que lindo e muitos são assim, tem seu cantinho para fugir da realidade que está do lado de fora.
Parabens!
Gostei!

beijos e excelente final de semana
Ritinha

Sinval Santos da Silveira disse...

Bom dia!
Fiquei emocionado e saudoso de um tempo que não volteará.
Parabéns

SINVAL

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida Anne
Que refúgio mais encantador onde a alma fica fortalecida e o corpo escreve poesias do bem!!!
Bjm festivo de paz e bem

Rovênia disse...

Gostei do momento de inspiração. Acho que pode render... Bom fim de semana! :)

Sissym Mascarenhas disse...

Anne,

A imagem já inspira a escrever historias delicadas.

Bjs

XicoAlmeida disse...

Ola Anne, num momento de inspiracao, hoje criei o meu blog, apesar do meu amor ser sempre o dos forninhenses.
Voces, paulatinamente a isso me levaram, ainda bem.
Pretendo, contar a minha vida real, desde que me recordo ou fazem recordar, no intuito de alerta para a juventude e maneira de contornar os perigos do quotidiano.
De seu nome NASCENDO ATE HOJE.
Um abraco.

RUDYNALVA disse...

Anne!
Você 'bordou as letras de um lindo poema', parabéns!

Desejo uma semana de sucesso e um mes iluminado!!
Paz E muita luz!
cheirinhos
Rudy
BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

Irene Moreira disse...

Uma grande verdade querida Anne.
Entre livros encontramos palavras que se transformam em poesia e para Ivete esse refúgio era um momento mágico.
Linda participação!

Beijos no seu coração

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...