domingo, 7 de julho de 2013

Silencio

Silencio

(Anne Lieri)




Gosto de guardar os sons
Que moram no coração.
Esse silencio é tão bom,
Traz tão suave canção...




Barulho das andorinhas
Revoando ao fim da tarde
Traçam no céu novas linhas
Num bailado sem alarde.




Fecho os olhos pra ouvir
Do silencio, essa toada
Não há como não sentir
Da noite a sua chegada.



Logo haverá um luar
Estrelas pelo caminho
Momento de meditar
E silente então, me aninho...









5 comentários:

✿ chica disse...

Tocante esse teu silêncio,Anne!

Muito linda e inspirada poesia! beijos,chica

Amara Mourige disse...

Anne,para mim o silêncio e a música são sensações inexplicáveis!
Beijos
Amara

Antônio Lídio Gomes disse...

Oi Anne.
Muitas das vezes o silêncio se faz necessário para que alimentemos nosso espírito com o que de melhor existe nas inspirações.
beijos.
Um abraço.

Diácono Gomes Santa Cruz disse...

Anne: maior Parte das vezes o silencio é necessario tudo o que eu escrevo é sozinho e no silencio.
Beijos
Santa Cruz

Etienne disse...

As belezas do anoitecer também me encantam! Bjs,

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...