terça-feira, 9 de julho de 2013

BC da Irene

Tardes serenas

(Anne Lieri)



Tardes serenas de infância
Junto a mamãe no jardim
Contar histórias bem mansas
De anjos e serafins.



Pés descalços, liberdade
Borboletas, lindas flores
Tempo de amor, sem maldade
Nos tons dos céus multicores.



Aquele banco da praça
Presenciou brincadeiras
De mãe e filha com graça
Temporadas altaneiras.




Ficou a terna saudade
Da magia das leituras
Toda a amorosidade
Das relações de brandura.





Esta é a minha participação na BC da Irene

do blog " Mamyrene".

O tema é se inspirar na imagem proposta pelo blog.

Clique aqui e saiba mais!

13 comentários:

Das coisas que vejo e gosto. disse...

Oi flor!

Sem dúvidas, a leitura no jardim é um momento mágico para qualquer pessoa, que fica na memória. Esse contato com a natureza, com as histórias e com quem amamos é bom demais!

Linda poesia!

Beijos

Selma

Donetzka Cercck L. Alvarez disse...

Muito obrigada pelas mensagens e carinho sobre minha cirurgia.

Estou parcialmente de volta,pois ainda falta fazer outra.

Veja meu último post.

Beijos e linda semana

Donetzka

✿ chica disse...

Linda e doce poesia e inspiração! Adorei! Estou torcendo pelo projeto da Irene pois estão cada vez em menos número os projetos.beijos,chica

pensandoemfamilia disse...

Bonita poesia saudosa da infância.
bjs

Ritinha disse...

Bom dia... lindo texto, emociona até... pq? pq NUNCA ouvi a voz de uma mãe, das duas que tive a me contar qualquer coisa, nada... e sempre fiz isso para filhas e netas...
bjs
Ritinha

Ana Paula disse...

Brando e doce a tua inspiração!
Anne, sabe que eu não tinha percebido os pezinhos descalços da menininha! Adoro essa troca! Beijo
Também estou participando!

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

Como sempre terno e doce o teu poema, desejo muita sorte no concurso.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Lindalva disse...

Anne e suas participações efetivas e poéticas nos eventos blogosfera a dentro. Boa noite amiga. Teu voto na segunda fase do pena de ouro foi validado. Beijos perfumados no coração. Ah! amei a urna do pena de ouro aqui :)

Toninho disse...

Li algumas criações nesta blogagem e todas bem traduzidas na imagem e voce veio com toda poesia que ficou linda.
Aplausos Anne.

Clara Lúcia disse...

Ahhhh, Anne e sua magia nas poesias simples!

Maravilhoso!!! Como sempre.

Beijos

Eduardo Medeiros disse...

Oi, tudo bem?
Participei dessa blogagem coletiva e estou visitando quem também participou.

O seu poema ficou muito, mais muito bom mesmo!!! Você escreve muito bem.

Abraços

Edu

www.veredasdopensamento.blogspot.com

Irene Moreira disse...

Oi Anne
Sim lindas e doces tarde serenas !
Suas poesias nos levam a voar e sonhar!

Obrigado por participar!
Adorei, ameiiii !

Beijos

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida Anne
Finalmente cheguei em casa depois de 12 dias fora...
Um poema cheio de ternura e magia típicos da idade que vc leu na imagem... muito belo!!!
Fique bem!!!
Bjm de paz

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...