domingo, 28 de julho de 2013

Avós são super anjos

Avós são super anjos

(Anne Lieri)






O blog da Norma fará 4 anos dia 09/08 e propôs essa blogagem coletiva com o tema:  Vovozar, ou seja: Conte sua experiência em ser avó ou avô ou, para quem ainda não tem essa experiência,  Conte como são ou foram seus avós.

Clique no nome da Norma e participe também!




Ainda não sou avó mas tive avós fofos, divertidos, sensíveis e a eles faço essa homenagem:



Avós são super anjos que nos arrebatam.

São aqueles que nos salvam nas horas de travessura,

Nos aconchegam nos braços com sua imensa ternura.

Ralham quando abusamos de sua infinita paciência,

Depois vem nos defender daquela chinelada...

Os avós fazem coisas diferentes:

Contam histórias de heróis

E vemos que os heróis eram eles!

Chamam-nos  de anjinhos,

E os anjos são eles!

Ensinam a tricotar, fazer pão, bolinho de chuva...

Mostram aquela flor, aquele livro, aquela música

Relembram de quando eram jovens,

De quando valsavam, pulavam carnaval,

De dias felizes.

Também falam da guerra,

Da fome, da solidão...

Tem sempre uma foto num porta retratos,

Uma balinha no bolso pra nos dar,

E passam a mão na cabeça da gente.

Dizem que os avós estragam os netos.

Acho que não.

Os avós só mostram a parte doce da vida.






Deixo meu carinho a todos os avós! 



11 comentários:

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida Anne
Ah! Livrar das chineladas, essa é boa e verdade pura!!!
E como!!!
Uma vez, não tomei um tapinha... mas chorei de imediato quando ele levou...
Que bom sermos doces para os netinhos...
Versos de extrema empatia com os avós... Beleza!!!
Bjm de paz e bem

✿ chica disse...

Lindo Anne e os avós babam pelos netos , mas também podem mostrar caminhos e exemplos...

Linda participação! beijos,chica

Mariazita Azevedo disse...

Hoje trago um convite:
No meu blog OLHAI OS LÍRIOS DO MACUÁ
publiquei hoje, dia 28/07/13, um poema da minha querida amiga brasileira Maria Lúcia.
Na qualidade de sua conterrânea gostaria de contar com a sua presença, homenageando-a.
Desde já o meu “Bem haja!”

Mariazita

Renata Diniz disse...

Anne! Eu me lembro bem dos meus avós. Convivi com eles durante muitos anos, inclusive, com uma bisavó. E hoje tenho o prazer de ver Laura convivendo com os meus pais! Beijo!

Amara Mourige disse...

Anne, que doce poesia! As vovós são assim mesmo cheia de doçuras e histórias para contar!Lindo!!!
Beijos
Amara

Arlete Mourige disse...

Anne Amei a ternura da poesia.Eu como avó agradeço a homenagem.Muito linda a participação.Beijos
Bom domingo!

pensandoemfamilia disse...

Oi Anne
Linda, doce e sensível participação. Agradeço e sinto-me feliz e homenageada por você.
bjs

Marli Borges disse...

Oi Anne!
Lindo o seu vovozar!
Que bom mesmo que as avós, e aqui me incluo, que bom que sejamos assim como você nos pintou nos seus versos! Bjs

Gracita disse...

Oi Anne
Avó é mão com açúcar! Lindo suas lembranças ao retratar esses anjos prontos a defender e mimar seus netinhos amados.
Emocionante a tua poesia
Beijos
Gracita

Toninho disse...

E assim na emoção de curtir uma vovó, voce fez uma bela definição e tradução desta arte.
Parabens Anne pela construção/inspiração.
Meu terno abraço e uma bela semana de alegria,paz e poesia com alegria.
Bjo.

Beatriz Bragança disse...

Querida Anne
Que bela homenagem fez a todos os avós.Pela parte que me toca,muito obrigada.
Às vezes queremos tentar salvar os netos e os pais não deixam e ainda nos ralham diante deles.
Eu sinto-me tão feliz quando estou com as minhas netas! Sei que aqueles abraços,aquelas palavras de carinho,são incondicionais.É um amor puro,sincero,sublime.
É tão bom ser avó,principalmente quando ainda somos prestáveis!
Muitos parabéns, minha querida.Apesar de não ser avó,parece que sabe bem defini~la.
Tenha um ótimo dia.
Beijinhos da
Beatriz

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...