quarta-feira, 12 de junho de 2013

BC do Christian

Uma carta para Julieta

(Anne Lieri)




Querida Julieta,

Não se morre por amor hoje em dia.

Amores impossíveis não cabem em nosso mundo.

Talvez por isso sua história e de Romeu se perpetuou como a mais bela de todos os tempos.

Ás vezes sinto falta das atitudes inesperadas e impulsivas que só o amor nos traz.

Depois, penso no oásis tranquilo que um amor duradouro tem e prefiro que seja assim.

Não há nenhum romantismo na morte. Só mesmo os poetas para ver o amor assim, belo na morte também.

A morte não tem nada de amor.

O amor não pode ter nada de impossível.

Ele sempre é possível e tem a capacidade de superar tudo.

Por isso, Julieta, o teu amor é um sonho, um conto de fadas e horrores e sinto muito que tenha acontecido assim.

Por imaturidade se precipitaram quando poderiam ter lutado e vivido esse amor.

Não me leve a mal, querida Julieta! Talvez eu esteja velha e desatualizada ou o amor que mudou seu jeito de ser, mas ainda acredito nos finais felizes.

Abraços da,

Bela




Esta é a Blogagem coletiva do blog 

"Escritos lisérgicos" do Christian.

Clique em seu nome e veja

 mais cartas para Julieta.








27 comentários:

Pepi,Xixo,Juja,Jujuba disse...

Me encantei com a sua participação, Anne
Linda, como sempre
Beijinhos e o nosso carinho
Verena e Bichinhos

Fernanda Oliveira disse...

Olá amiga Anne!
Nossa muito criativa a sua participação. Realmente o casal da estória poderia ter tido outra atitude, mas talvez o autor da estória quis mostrar no conto a intensidade do amor...

Parabéns!!!
Beijos!

Fernanda Oliveira

Cozinha de Mulher disse...

Minha linda.. que saudade desse cantinho super fofo e dos seus textos maravilhosos..
Essa BC com certeza será mais um grande sucesso do nosso amigo Christian..
Eu adorei sua participação... acabei de ler o post do Chris.. e com esses dois primeiros textos eu acabei pensando que tem vocês tem razão.. esse amor não tem nada de bonito.. foi destrutivo, e acabaram por perder uma linda oportunidade de lutarem por algo que poderia ter sido sim uma linda e grande história de amor..

Lindo demais da conta..

Um beijo minha linda.. e uma noite super especial viu?

Severa Cabral(escritora) disse...

Bom dia minha amiga querida !
Vim com a modalidade de desejar um dia feliz,encontro uma linda postagem...Parabéns sempre ...bjs e um lindo dia !

✿ chica disse...

Lindo e adorei a bronquinha na Julieta, tão bobinha,sr...

Muito legal! beijos,chica

Kellen Bittencourt disse...

Adorei, essa BC foi muito criativa, parabéns ao Christian! Bjoooss

Rovênia disse...

Bom desabafo da Bela! A beleza do amor existe, não é? :)

SONINHA disse...

Oi,Anne!
Amei sua poesia!Linda!
Tenha um dia feliz.
Beijos da amiga,Soninha


*Tem post.

Vida & Plenitude disse...

Uma carta de amor e exortação/confronto! O Amor Tem Que Ser Firme, não é mesmo?!
Bem legal!

Um Bom Dia, Anne...

marciagrega disse...

Gostei desta Julieta moderna e deste Romeu contemporâneo...

Feliz dia dos namorados!
Que você continue cheia de inspirações!

Bjusssss

Patricia Galis disse...

Dizer o que Anne sou sua fã...eu já fiz uma carta super trágica afff kk, parabéns!!!!

Roselia Bezerra disse...

Olá, querida amiga Anne
Gostei muito de vc ter usado uma expressão que, de fato, remete ao Amor: oásis... Lindo!!!
Também outra coisa que destaco na sua linda carta é a assinatura: Bela... com a imagem da Adormecida... Criativa!!! Muito bacana...
Seja muito abençoada e feliz!!!
Bjm de paz e bem

carol guezdan disse...

Muito lindo Anne,Amei a carta!.Moral total.gostei a assinatura da Bela.
Beijos e muito amor.

Teresinha disse...

Olá Anne,
Que linda participação!
Para o amor nada é impossível!!!
Beijos mil

Renata Diniz disse...

Anne! Você deu uma lição nos amantes que ainda têm tanto a aprender. Adorei! Beijo!

Calu disse...

Ah, como teria sido diferente se Julieta tivesse recebido tua carta, Anne!A impetuosidade acontecida seria de outra face...mas, não quis o autor dar uma nova chance a esta amor.Pena!
Agora, importa que outras Julietas saibam temperar melhor sentimentos e atitudes.
Òtima participação.
Bjos,
Calu

VERINHA TIBURSKI disse...

Olá Anne
Linda carta em versos.
Não há nada de lindo morrer desta forma, pois o amor não exige sacrifícios. Mas como escreveu a Bela,na imaturidade não pensaram uma outra solução, viver para o amor é bem melhor.
Parabéns por sua linda participação. Beijos.

Beth/Lilás disse...

Oh, querida Anne! Eu penso como você, morrer de amor, não! Viver por amor é que é tudo de bom nesta vida.
um super abraço carioca


Mari B. disse...

"Às vezes sinto falta das atitudes inesperadas e impulsivas que só o amor nos traz.

Depois, penso no oásis tranquilo que um amor duradouro tem e prefiro que seja assim."

Penso o mesmo!
Ah, achei muito criativo uma carta para Julieta, escrita pela Bela - alguém que aprendeu aos poucos a amar, a ponto da "fera" virar um "príncipe" para ela. Muito boa sua participação!!!

Cris Campos disse...

Anne,

Realmente não há nenhum romantismo na morte, ainda mais quando é a de quem amamos. O oásis de um amor duradouro é mais confortável, sem dúvida, mas penso que todo amor, de alguma forma, tem uma pontinha de drama. Fico com a Bela, ainda acredito em finais felizes! Parabéns pelo texto minha querida! Gr. Bj.!

Priscila Ferreira disse...

Adorei sua cartinha!
também particiep dessa BC
beijos

Clara Lúcia disse...

Olha só a Bela!!!
E eu lendo e achando que era a Anne... mas me esqueci que a Anne é a menina das palavras, dos poemas, da simplicidade em forma de verso... que ingênua eu fui...

Perfeito, querida, como sempre!
Beijos

Sissym Mascarenhas disse...

Que encanto ler estas cartas, Anne... acora não vou parar de visitar todos e estou morrendo de sono.

Olha, o sentido do amor entre 2 pessoas mudou tanto que penso que Romeu e Julieta não se aguentariam juntos por muito tempo.

Beijos

Ana Virgínia disse...

Olá

Adorei sua participação.

Concordo que atualmente é dificil morrer por amor.
Quando digo morrer nem é tirar a vida, mas morrer nas pequenas coisas, morrer na sua vontade...

Bjo

Ana Virgínia.
filhadejose.blogspot.com
facebook.com/filhadejose

Christian V. Louis disse...

"A morte não tem nada de amor".

Pensamos de modos totalmente idênticos!
Você descreveu com perfeição o que é a estória de Julieta, um conto de fada e horrores ao mesmo tempo.

Abraço.

Silvana Haddad disse...

Anne:
Achei interessante você usar um personagem pra escrever a outro "personagem".
E ainda dar um puxãozinho de orelha na Julieta, foi brilhante.
Bjs.:
Sil

Luciene Tenório Nunes disse...

Olá Anne,

Também concordo com você. Na morte não cabe o amor, só o nada.
Acredito em escrever nossos finais felizes diariamente.
A continuação de um belo domingo.
Bjs.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...