domingo, 19 de maio de 2013

Caridade constante


Caridade constante

(Anne Lieri)






Impera hoje o individualismo
A preocupação com o ter.
Busquemos, porém, o altruísmo.
Valorizemos sempre o ser.



Na criança abandonada,
No idoso solitário,
Na mãe que não tem mais nada,
Vivamos no amor diário.



O amigo em aflição
Ou um jovem perturbado
Procuremos dar a mão
Sejamos determinados.



Ao doente que agoniza,
Ao irmão em solidão,
Sejamos palavra viva
Que venha do coração.



E ao falar de altruísmo
Que não seja fantasia
Mas caridade constante
Espalhando a alegria!



4 comentários:

Maria Rodrigues disse...

Simplesmente maravilhosos estes seus versos. Urge deixarmos o egoísmo e pensarmos mais em que nos rodeia, dando um pouco de nós a quem necessita.
Bom domingo
beijinhos
Maria

LUCONI disse...

Anne o que dizer destes versos tão sábios e tão necessários de serem colocados em pratica, obrigada amiga suas palavras são luzes para nosso caminho, beijos Luconi

✿ chica disse...

Parabéns,Anne! precisamos cada vez mais espalhar a caridade e altruísmo, mas de verdade e não apenas da boca pra fora,né/ LINDO! beijos,chica

Sônia Silvino, Crazy about Blogs! disse...

Infelizmente ainda há muitas pessoas que não compreendem que ser é muito mais importante e valioso do que ter.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...