sexta-feira, 10 de maio de 2013

BC- A família e os impactos tecnológicos


A família e os impactos tecnológicos.

(Anne Lieri)



Nossa amiga Norma do blog “Pensando em família” propôs essa Blogagem coletiva sobre como está a nossa família diante da tecnologia.

O uso da internet é positivo como fonte de entretenimento, informação e serviços.

Por outro lado, se usado em excesso, pode viciar e se tornar um fator de distanciamento em família.


continue lendo...



Não sei se o vício tecnológico pode ser comparado ao das drogas, mas com certeza, causa dependência.

A internet me deixou isolada do mundo real e, só hoje enxergo isso. 

Passei por períodos em que se não ligasse o computador sentia um imenso vazio.

Não gosto de celular e passo bem sem televisão, mas sem blogar não fico.

Sempre gostei de escrever mas nunca havia mostrado nada do que eu escrevia até o dia em que postei na internet.

Percebi que há muitas pessoas como eu, que escrevem e nunca tem coragem de mostrar aos outros.

Ao compartilhar minhas ideias sinto-me mais parte de 
um grupo e percebo, nas leituras dos blogs amigos, que os pensamentos se convergem inúmeras vezes.

Também aprendo muitas coisas e vejo outros modos de ser e pensar.

Blogar deve aumentar o nivel de serotonina, pois me sinto mais feliz ao escrever, postar, ler e comentar nos blogs.

Entretanto, sei que devo ser moderada e hoje equilibro mais o tempo de internet, sem deixar de lado as tarefas de casa e a família.

Tenho procurado fazer mais coisas reais, estar perto da família, me aproximar das pessoas, ler mais livros.

A internet é muito divertida, adoro os blogs, mas sei que é uma caixa de pandora aonde encontro pessoas de todos os tipos e sempre é bom estar alerta.


19 comentários:

✿ chica disse...

Como tu, adoro estar nos blogues amigos, escrevendo, preparando nos meus. Mas nunca deixo que isso tome conta,a ponto de atrapalhar as outras tarefas por aqui, que são muitas! Linda participação, bem legal e sincera, como és! FELIZ DIA DAS MÃES! beijos,chica

Lulú disse...


Olá Anne.
Também acho como você, que a internet é um vício.
Mas sendo usada moderadamente, em muitos casos nos aproxima das criaturas que amamos e dos afazeres que podemos resolver sem sair de casa.
Beijo
Maria Luiza (Lulú)

SOL da Esteva disse...

Querida Amiga

Um bom tema para aturada reflexão.
Haver moderação (como em todas os nossos actos e atitudes), será o mais adequado. "Tudo o que é demais..."


Beijos


SOL

pensandoemfamilia disse...

Oi Anne
Sua exposição sincera nos mostra o quanto a NET foi impulsionadora para sua veia de escritora e quanto de satisfação vc tira disto. Ótima reflexão.
Sinto-me gratificada em observar os resultados obtidos.
Parabéns pela sua participação e vamos costurando entre os amigos um painel de ideias.
bjs

Astrid Annabelle disse...

Muito boa a sua participação Anne!
Creio que hoje em dia as pessoas estão realmente viciadas na net...por todos os motivos do mundo! rsrssrs
Mas o caminho do meio é sempre o melhor, em tudo que escolhemos fazer.
Um beijo e gostei da sua presença e comentário lá no meu blog!
Astrid Annabelle

Misturação - Ana Karla disse...

"Não gosto de celular e passo bem sem televisão, mas sem blogar não fico."

Anne, também não gosto nem um pouco de celular, aliás, detesto.
Me identifiquei muito com sua postagem, pois adoro blogar, embora ando um pouco devagar por conclusão de pós.
Quando chega o final de semana, esqueço ao máximo que existe internet, procuro os programas familiares, com amigos, enfim.
Xeros

Lúcia Soares disse...

Anne, não podemos negar os benefícios da tecnologia, mas podemos controlar como usá-la a nosso favor, como você o fez.
Ter uma boa medida do tempo que dispendemos em frente ao computador, ou TV, ou vendo um filme, ou teclando, através da internet, com esses aparelhinhos mágicos de nomes complicados (rs), é o segredo. Saber dosar.
Que bom que a internet descortinou um novo mundo pra você!
Beijo e bom fim de semana!

Luciana Santa Rita disse...

Oi Anne,

Como você anda? Por aqui ainda encrencada com muito trabalho, mas feliz. Feliz Dia das Mães! Você é uma mãe especial!

Beijos.

Renata Diniz disse...

Anne! Usando com moderação, a tecnologia é um braço na vida dos pais e filhos. Beijo!

lis disse...

Oi Anne
Passei na Chica vi os ceus que te abrigam e vim te dar um abraço e agradecer por compartilhar com os amigos,
generosa está sempre participando ,Parabéns
um abraço

Arlete disse...

Oi Anne!Eu concordo Que é muito bom quando usada com moderação.Anne te desejo um feliz e abençoado dia das mães.Beijos

Beth/Lilás disse...

Oi, Anne!
Realmente o mundo hoje está focado nestes aparelhinhos e quem não os usa é visto de maneira preconceituosa até.
Mas, sabes, ainda tem gente inteligente e que não usa nada disso.
Esta semana mesmo fui almoçar com uma antiga amiga no centro da cidade e ela não usa celular e detesta computador. Para nos encontrarmos foi meio engraçado, pois ela num orelhão e ligava pra empregada dela em casa, a empregada ligava pro meu celular e me orientava em qual lugar ela havia chegado para eu ir ao seu encontro.
Acabou que deu tudo certo e, mesmo eu lhe dizendo que fizesse um plano baratinho de telefonia móvel, mas para ser usada em casos como esse e comprasse um celular bem barato também, senti-a reticente e não disse mais nada, pois respeito acima de tudo, a opinião das pessoas.
Eu acho que nem oito, nem oitenta. Tudo deve ser usado com moderação e, principalmente, cuidado.
um beijo carioca


Toninho disse...

Ainda bem que gosta da internet e assim nós os fãs ganhamos a cada visita neste espaço maravilhoso, que nos faz refletir e outras vezes sentir crianças num colo de vovó ouvindo historinhas.
Parabens Anne pela participação desta linda ideia da Norma.
Como tudo na vida há que se ter o equilibrio, mas não sei viver sem estes www.xxx.com, que nos leva a momentos de fantasia, alegria e interações maravilhosas.
Um lindo fim de semana amiga,com meu terno abraço de paz e luz.
Bjo.

Cris Henriques disse...

Olá Anne.

Excelente texto. Também considero o mundo virtual importante, mas devemos ter os pés bem assentes no mundo em que vivemos. Na internet, existem todo o tipo de pessoas como no mundo real. Temos de ter consciência disto.

Beijinhos,

Cris Henriques

http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.com

Vida & Plenitude disse...


Hum, é verdade... Os impactos tecnológicos estão aí, vale o alerta sempre pra ficarmos antenados!...
Lá vou eu agora saindo da telinha pra fazer escova/maquiagem e ir a um casamento... C esforço estou dando o meu tchau... Rsss... A gente se envolve de um jeito q não vê a hora andando, né?...

Bjs e inté breve... Fiz mais uma homenagem por lá...
FELIZ DIA DAS MÃES!!!!!!!!!!!!!!

Roselia Bezerra disse...

Olá, querida amiga Anne
Vc falou de si como eu... foi ótimo lê-la!!!
Nunca troquei familiares pela net, por exemplo, porque quando entrei nela foi tarde (rs)... só a conheci há pouco tempo... nunca fui de ficar conversando em face ou similares... acho perda de tempo demais... a vida passa e, de repente, se vai... o vazio fica...
Inácio de Loyola já nos ensinou isso no século XVI: coisas que nos causam alegria são efêmeras algumas vezes e depois vêm a desolação...
Não vou cair nessa paranoia... se Deus quiser!!!
Blogo até onde não atrapalha minha vida particular... faço tudo o que gosto a medida do possível (financeira também, rs)...
Aviso aos seguidores que to fora e volto feliz e animada pra novo tempo até a próxima saída...
Meus filhotes cresceram bastante e preciso ocupar-me com coisas sadias (minha cabeça e coração)...
Seu post foi edificante e de muito ensino a muitos de nós...
Bjm de paz e bem

Rosa Branca disse...

É isso mesmo Bia, bom estar alerta a gente vai se envolvendo e qdo percebe está totalmente "dependente " daquilo, eu me afastei um pouco como vcs viram porque já trabalho muito e não tenho muito tempo para minha família, então quando estou em casa com eles, só entro na internet se for realmente necessário. Um abraço carinhoso

Paty Alves
Ágape Amor Verdadeiro
Patyiva
Vou Conseguir

Denise disse...

Oi Anne, eu acho que tudo já tem sido dito, inclusive por mim, nos comentários dos amigos participantes desta blogagem: moderação, saber dosar.

Vc expôs um aprendizado deixado pelo aspecto negativo do excesso de uso, o vício, a dependência, mas, em contrapartida, fica tb evidente a questão das sensações boas que descreve ao desabrochar a forma de extravasar os sentimentos escrevendo, sentindo inclusa a um grupo de iguais, que se beneficiam da convivência fraterna, uma rede de PESSOAS que interage, sente afinidade.

Achei muito bacana tua maneira de abordar o tema.
Prazer "esbarrar" em vc na blogosfera - eu tb curto muito blogar, e apesar da falta de tempo atual, tô sempre dando um pulinho por aqui!

Um abraço!!

Luma Rosa disse...

Enfim uma visão otimista do uso da tecnologia... já estava ficando deprimida (rs*). Quem diz que a internet acaba com a comunicação, pode ser pessoas que não interagem com outras no virtual. Acredito nessa liberação de serotonina...
A minha mãe com 88 anos adorava navegar na internet. Ela dizia que quando estava lendo e opinando, esquecia da idade, pois na internet esse quesito não pesa. Quando ela me disse isso, pensei nas donas de casa que passam os dias sozinhas. A internet é uma boa companhia!
Quanto ao vício, já tem estudo afirmando que pessoas que se tornam dependentes, seja de drogas, sexo, compras... possuem predisposição genética. Por isso algumas pessoas viciam e outras não. Além é claro do fator emocional. Pessoas carentes de afeto são fortes candidatos ao vício. Analisando sob esse ponto de vista, dá para se prevenir ou não :)
Não preciso dizer que adorei a sua participação, não é mesmo? Saí daqui mais animadinha!! (rs*)
Depois vou lá ver o selinho!!
Beijus,

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...