sexta-feira, 26 de abril de 2013

BC- Licença maternidade não é férias


Como nasce uma mãe

(Anne Lieri)




Pode ir tirando o seu cavalinho da chuva se você pensa que licença maternidade é como férias!


O período de quatro meses logo após o nascimento do bebê é fundamental para criar laços entre você e seu filho (a).


Geralmente tudo se transforma quando há um bebê na casa.


Tive apenas uma filha há dezoito anos e quando engravidei lembro que uma funcionária da saúde (aonde tirei a licença) me disse: _ “Não existe licença amamentação.”
.
Na hora não compreendi, mas quando precisei voltar ao trabalho e deixar a pequenina numa creche é que entendi tudinho!

Não é fácil ter que trabalhar e deixar seu bebê com outra pessoa, depois de ficar a gravidez e o período de licença tão juntinho!

A licença maternidade é trabalhosa: são adaptações e transformações para mãe e bebê.

Durante esse período a lagarta (mulher) se transforma em borboleta (mãe).

O bebê já nasceu, mas é durante a licença maternidade que nasce uma mãe.




Esta é minha participação na BC do blog


com o tema:

Licença maternidade não é férias!

Clique aqui e participe também!

13 comentários:

Renata Diniz disse...

Anne! Você descreveu com maestria os percalços e a beleza de ser mãe.

Eu não trabalhava fora desde a gravidez, mas conheço a dificuldade de muitas mamães para retomar o trabalho e deixar o bebê aos cuidados de outra pessoa. Não é fácil mesmo.

Beijo!

Vida & Plenitude disse...


Achei bem linda a tua reflexão sobre esse assunto...
"Durante esse período a lagarta (mulher) se transforma em borboleta (mãe).
O bebê já nasceu, mas é durante a licença maternidade que nasce uma mãe."

É precioso demais o papel de Mãe na vida da Mulher! Valorizo muitíssimo esse papel!!!

Bjs e bom fds...............

✿ chica disse...

Linda verdade escreveste. É realmente assim! Precisa haver esse tempo, só deles...beijos,chica

Andreia Sales disse...

Quem dera se nós pudéssemos desfrutar de um tempo justo para ficar com nossos pequenos.
Bjks
http://makeviagem.blogspot.com.br/2013/04/licenca-maternidade-nao-e-ferias.html

Andreia Cristina disse...

Anne, adorei sua participação!

Dá uma dozinha deixá-los quando ainda mamam!

Beijo!

Brenda Kayene :) disse...

Que mimo sua participação!
Adorei!!!

Eu também não trabalhava fora (ainda não trabalho) antes de ter o Miguel, mas imagino como deve ser difícil, viu??

Beijos!!!

Marcia Morais disse...

Muito bom post amiga, beijinhos !

Toninha Borges disse...

É mesmo amiga é o período de adaptação.
Também estou participando http://toninha-ferreira.blogspot.com.br/2013/04/bc-licenca-maternidade-nao-e-ferias.html
Bju

Toninho disse...

Otima reflexão para uma fase da vida/relação.Não é ndada facil a trajetoria de uma mãe neste processo por parto e justo que tenham tempo, para criar laços,afetos e preparação de quem está ingressando nesta vida. Mas ainda muito temos que caminhar para que esta trajetoria e pausa seja feita da melhor e mais precisa forma.
Muito bem Anne,sabedoria e poesia juntas.
Um abração amiga.
Bjo

Desirée Tapajós disse...

Anne

Que participação linda.

Adorei "Durante esse período a lagarta (mulher) se transforma em borboleta (mãe).
O bebê já nasceu, mas é durante a licença maternidade que nasce uma mãe.", super concordo, momento de aprendizagem muito grande.

Tri-beijos Desirée
http://astrigemeasdemanaus.blogspot.com.br/2013/04/bc-licenca-maternidade-nao-e-ferias.html

Profª Lourdes disse...

Oi Anne, este tema é muito importante para uma blogagem coletiva, concordo com a Desirée, depois que o bebe nasce que vem a aprendizagem e a adaptação de uma nova vida cheia de responsabilidades.
Parabéns! Obrigada pela visita, bjus uma semana abençoadda.

EdeEtienne disse...

A lagarta e a borboleta... Bela participação, Anne! Bjs.

Sônia Silvino, Crazy about Blogs! disse...

Com certeza, amada!
Beijoquinhas!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...