terça-feira, 4 de setembro de 2012

MEU AMOR POR VOCÊ


MEU AMOR POR VOCÊ
( Anne Lieri)







O meu amor por você
É algo inexplicável
Vem de uma fonte de luz
De energia inesgotável!



Passa por preocupações,     
Por sofrimentos e dores.
Não é pura perfeição:
Nem sempre tudo são flores!



O meu amor por você
Surgiu á primeira vista!
Coisa de olhos nos olhos
Que a gente nem explica!




É amor de maluquice,
De versos intermináveis,
É terno, é brejeirice.
Desejos inconfessáveis!




O meu amor por você
Passou por brigas, promessas...
Talvez adaptação,
Mas cresceu com muita pressa!



Meu amor é desmedido
É rosa, é doce paixão,
É amor desprevenido
Sem qualquer combinação!



19 comentários:

Edilene disse...

Lindíssimo! Sensível e gostoso de ler! Beijos amiga

Sônia Silvino (Crazy about Blogs) disse...

E é lindoooooo!
Beijocas, muitas!

✿ chica disse...

Um amor lindo e tri bem declarado!!beijos,chica

LUZ disse...

Oi Anne, querida!

Obrigada por suas gentis palavras lá em meus blogs.

O Amor é... aquela "coisa" maravilhosa, sem a qual não podemos viver.

Boa semana.
Beijos da Luz.

Amara Mourige disse...

Anne,que delícia esse amor!!
Bjss
Amara

Majoli disse...

Eita amor mais gostoso esse Anne querida!
Um dia quero amar assim, de novo.

Lindos e fofos esses versos.
Amo ler sobre o amor nessa forma tão linda descrita por ti.

Meu carinho, sempre.
Beijos.

pensandoemfamilia disse...

Bela decleração de amor.
bjs

Kellen Bittencourt disse...

Que lindo Anne, vou declamar p o meu marido rsrs bjooosssss

Tunin disse...

Hum...Cheiro de amor puro, livre e verdadeiro. Beleza, Anne!
Abração.

Valéria disse...

Oi Anne!
Que beleza de versos! Que amor gostoso de viver! O amor é tudo de bom mesmo com suas imperfeições.rss
Beijinhos e tudo de bom!

Sônia Amorim disse...

Um amor tão lindo assim por ele passei tambem, que delicia a gente sentir que algo assim tão bom possa acontecer de verdade,amor que vira do avesso, que faz e acontece, que traz felicidade e muita paz, lindo poema, me identifiquei nele beijos e boa tarde

manuela barroso disse...

Oh Anne! Com essa declaração tão bela e espontânea, quem não fica com um brilhozinho nos olhos?
Que lindo! E romântico, coisa que hoje as pessoas se inibem de dizer.
Demorei um pouco mais do que queria!
Ms hoje jurei que não passava!
Um abraço querida amiga

Everson Russo disse...

E o amor é isso,,,nunca terá explicação...é verso...é alma,,,é sorriso..é pra ser sentido sempre....beijos e flores de uma linda noite pra ti amiga e uma ótima quarta feira...

Túlia Catalão disse...

Tudo o que o amor tem, tudo o que o amor é: genuíno como esta tão doce poesia!
Beijinho Anne

Cozinha de Mulher disse...

Falar de amor é sempre maravilhoso né?
Ficaram perfeitos seus versos Anne..
O melhor é que você coloca tanta paixão em seus versos que podemos sentir enquanto lemos..
Isso é que é gostoso em estar por aqui..

Um beijo carinhoso viu?
Sheila

LUCONI disse...

É UM AMOR TÃO LINDO QUE NOS ENCHE DE EMOÇÃO ADOREI NOSSA E MUITO, BEIJOS LUCONI

Toninhobira disse...

Um lindo e intenso amor que Deus cuida e preserva.
Bela construção.
Abraços amiga.
Bjo.

Fanzine Episódio Cultural disse...

CHE GUEVARA

O látego do carrasco
Deixou a mostra as veias abertas
De uma América sem líderes,
Cheia de ditadores patéticos
E de déspotas obtusos,
Promíscuos em suas salas de mármore.

Há os que iludem com discursos
E os que mentem sem palavras –
Apoderam-se de mecanismos de tortura
Para espalhar o pânico e o terror.

A América se ergue com a sua mão direita
Que, ensangüentada, deixa-se extinguir,
Cambaleante cai sobre a perna esquerda,
Em repetidos golpes...

O guerrilheiro está morto!
Seu idealismo se tornou sonho,
O sonho transcreveu sua lenda,
A lenda transformou-se em eternidade.

A América de Guevara se perpetua,
Em sua eterna busca
Pelos verdadeiros líderes,
Por sua total e plena liberdade.


Agamenon Troyan

Fanzine Episódio Cultural disse...

CHE GUEVARA

O látego do carrasco
Deixou a mostra as veias abertas
De uma América sem líderes,
Cheia de ditadores patéticos
E de déspotas obtusos,
Promíscuos em suas salas de mármore.

Há os que iludem com discursos
E os que mentem sem palavras –
Apoderam-se de mecanismos de tortura
Para espalhar o pânico e o terror.

A América se ergue com a sua mão direita
Que, ensangüentada, deixa-se extinguir,
Cambaleante cai sobre a perna esquerda,
Em repetidos golpes...

O guerrilheiro está morto!
Seu idealismo se tornou sonho,
O sonho transcreveu sua lenda,
A lenda transformou-se em eternidade.

A América de Guevara se perpetua,
Em sua eterna busca
Pelos verdadeiros líderes,
Por sua total e plena liberdade.


Agamenon Troyan

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...