quarta-feira, 4 de julho de 2012

Sou do tempo que...


SOU DO TEMPO QUE…
( Anne Lieri)


Sou do tempo que havia tempo.
Não havia pressa e nem correria.
Na escola muito se aprendia

E lá ia eu a pé todo dia pelas vielas de casas antigas do bairro de Santo Amaro.


Colocava meu uniforme, só que tinha um suspensório na saia que eu não gostava. Pensava que era coisa de bebê!...rss...

Chegava ao Grupo escolar Paulo Eiró, onde se brincava: "entra burro e sai coió!"...rss... mas tive excelentes professoras!


Aos sábados ia à missa com meu pai até a Igreja Matriz.


Ás vezes subíamos de bonde, mas geralmente íamos a pé mesmo.
Tudo era perto, sem transito.


Podia brincar na rua, os vizinhos colocavam cadeiras na calçada para conversar ou ver a romaria que ia para Piraporinha passar.


Sou do tempo do refrigerante Grapette e diziam que "quem bebia Grapette repetia". Eu ficava com medo de repetir o ano!


Também cantava muito na escola.
Antes de entrar para a sala, formávamos fila e tínhamos que ficar imóveis, como soldadinhos.

Hino Nacional, Hino a Paulo Eiró, que foi um poeta e até algumas canções moderninhas como “A Banda” do Chico Buarque e “A Praça” do Ronnie Von.




A jovem guarda fazia grande sucesso com Roberto Carlos, Erasmo, o tremendão e Vanderléia, a ternurinha.



Gostava e ler gibis do tio Patinhas e os livros do Monteiro Lobato.








Tempos de ditadura no país, mas eu era uma criança e não sabia de nada.
Talvez por isso tenha boas recordações!




Essa é minha participação na blogagem coletiva "Café entre amigos"com o 

tema: Sou do tempo que...

Clique Aqui e visite o blog!

28 comentários:

✿ chica disse...

Adorei ,Anne e como era legal a liberdade de ir e vir ,poder circular à pé, sem pressas,correrias. No colégio, cantorias várias mesmo...Legal te ler! beijos,chica

Patricia Galis disse...

Minha amiga que coisa mais linda que vi por aqui eita tempo bom que não volta mais.
Só que tivemos um problema, quando coloquei este tema ao terminar a blogagem da semana passada, logo em seguida recebi e-mail dizendo que seria muito dificil fazer algo sobre este assunto e mudei o tema, acredito que não tenha percebido estamos fazendo filmes que marcaram a nossa vida.
Mas sabe aquele desencontro de informações que dá certo? Graças a isso vou indicar aqui para que na semana que vem todos possam fazer, vindo aqui e olhando a sua como exemplo creio que não terão dificuldade em postar.
Agradeço de coração o seu capricho, hoje me fez muito feliz, percebi que é um tema maravilhoso e com certeza veremos coisas lindas e quem sabe conseguimos resgatar alguns valores esquecidos.
Deus te iluminou nesta postagem...ameiiiiii!!!!!!

Everson Russo disse...

E era bom o tempo em que se tinha tempo...se vivia mais,,,se aproveitava mais a vida,,,os dias...hoje,,,infelizmente tudo corrido,,,a vida passa e a gente nem percebe sua beleza....beijos de bom dia pra ti amiga.

Waldir disse...

Confesso que fui um dos que pediram para a Patricia não fazer este tema pois eu nem imaginava o que postar, depois de ver esta beleza aqui tive outra percepção, meus parabéns me fez perceber que eu sou de um tempo muito bom e tenho muitas coisas para contar, esse foi um dos melhores desencontros que vi, creio que todos vão saber fazer a postagem agora.
Só tenho uma palavra para este post....Divino!!!!!

Jorge disse...

Nossa que vergonha depois de ver o que fez aqui e me emocionar peço esculpas eu enviei e-mail para pedir a Pati que mudasse o tem pois achei complicado e nem imaginava o por, agora sei, seu post merece nota mil, somos privilegiados mesmo nascemos em outra época....que saudades que me deu agora.
Confesso postagem de emoção pura.

Fofura de Cupcake & Cia disse...

Amei a postagem, muito legal! O seu blog também!
Beijinhos :* , seguindo ;D

Lílian Almeida disse...

kkk,eu já li muito Tio Patinhas viu !Excelente postagem , parabéns !
Beijoca !
Tenha um lindo dia !
http://casascoisaseoutros.blogspot.com.br/

Cozinha de Mulher disse...

Nossa!! Ficou lindo.
Eu amei..
E também amei seu cantinho..
Sheila

*Escritora de Artes* disse...

Oi querida,

Seu post ficou maravilhoso, confesso que seria muito interessante se o tema da blogagem permanecesse esse, pois nao tenho dificuldades com tema algum, pelo contrário, sou muito criativa, rsrs, acho que o intuito dessa coletividade é exatamente esse, fazer as pessoas usarem a imaginacao, nao é?

Parabéns pelas lindas lembrancas...

Bjos

Célia Gil, narciso silvestre disse...

Que excelente trabalho!Não só ficamos a conhecê-la um pouco melhor como nos identificamos e reconhecemos muitas das coisas que marcaram os nossos tempos! Bjs

Van disse...

Oi Anne

Que tempo bom este seu, só de não ter funk já estava no lucro.

Adorei o trocadilho com o nome da sua escola rsrs

Andei meio ausente sem poder entrar muito na internet, estou de volta tentando retomar meu ritmo por aqui.

Beijos!

Patrizia Dias disse...

Até chorei com este post sinceramente, confesso como alguns amigos acima que tbm tive a ideia absurda de pedir para a Patricia não por este tema pois eu não teria condições de fazer, hoje vendo aqui lamento profundamente e tenho certeza que na semana que vem vamos nos emocionar com este tema. parabens pela sua sensibilidade...

manuela barroso disse...

Delícia Anne, andar a pé, sem o stress do trânsito, sem a ansiedade do tempo sempre a fugir.
Um post, um desafio que ficou fantástico.
Abraço

Valéria disse...

Oi Anne!
E como era bom tudo isso! Viajei nas suas lembranças. O país pegava fogo e nós na nossa inocência vivíamos felizes. Parecia tudo tão tranquilo, não era? As escolas rígidas nos ensinavam a sermos pessoas de bem. Apesar de tudo foi um tempo muito bom, a infãncia era rica em vivências.
beijinhos e tudo de bom!

Maria Eduarda disse...

Depois de ver essa belezura não vejo a hora de fazer o meu, eu to encantada, emocionada com este post....PARABÉNS....vc arrasou.

George Gonsalves disse...

Olá. Fiquei encantado com o blog e com sua postagem. Viajei no tempo. Um abraço.

Leninha disse...

Minha querida Anne,

neste tempo em que vc era criança eu já estava dando aulas,mas me lembro de tudo isto muito bem.Eram os duros tempos da ditadura,mas uma professorinha do interior só cumpria suas obrigações,vivia o seu ideal e só ficava sabendo das atrocidades cometidas quando atingiam alguém mais próximo.No mais era um tempo feliz...com e gibis(para os filhos)

Bjssssss,
Leninha

Tunin disse...

Anne, como era bom aquele tempo! A escola, realmente, funcionava.O interessante que a escola boa era a pública. Os alunos que não conseguiam alcançar os ensinos dela, migravam para as particulares onde cumpriam o PPP ( pagou, pescou, passou). A escola pública não podia está nesse nível até hoje? Só falta vontade política.
Belas recordações, Anne!
Abração.

Vera Lúcia disse...

Olá Anne,

Sua postagem ficou show!
Identifiquei-me com algumas coisas desse tempo e fiz uma breve viagem à infância. Muito legal!

Beijo.

Maria Teresa Fheliz Benedito disse...

Anne adorei!
Que saudades deu da minha adolescência, nossa você foi falando e eu fui relembrando aqui do tempos idos, mas que parece que foi ontem...muito obrigada por essas recordações...beijinhos Anne em seu coração lindo.

Augusto Sperchi disse...

Olá Anne! Vim conhecer o seu blog e gostei muito. Está convidada a conhecer o meu também. Adorei sua postagem. Lembrei-me de muitas coisas da minha infância e adolescência e que me marcaram até hoje. Eram realmente outros tempos. Um abraço!

Severa Cabral(escritora) disse...

Menina Anne !!!!!!
Eu sou do tempo da panela de barro,do banho de rio,do carro de boi,e de tudo que vc descreveu aqui...grande viagem vc me levou até minha infância e adolescência,por isso que gosto de vc,rsrsrsrsrs.Vc sempre me motiva.
Bjssssssssssssssssssss

Gabriela Palombo disse...

Uma postagem encantadora parabéns.

Pastor Edinaldo Domingos disse...

Como disse a Patricia Galis...Um desencontro que deu certo. Na proxima semana vc posta os filmes que marcou, e nós inspirados na sua postagem de hoje, faremos a nossa, sobre: Sou do tempo que....

Um forte abraço

Socorro Melo disse...

Que lindas recordações, Anne!

E que tempo bom, minha amiga. Podíamos brincar na rua, ir só para a escola, não tinha esse trânsito infernal, tudo era mais romântico, mais natural...

Só não lembro do refrigerante Grapette, rsrs

Beijos
Socorro Melo

Brasileira sim Senhor disse...

Lindas recordações querida, e lindo texto..me fez voar nas linhas lembranças..super bjs

Rita disse...

Minha amiga agora sei como postar no
meu, vc foi bem criativa viu, adorei
essa Blogagem, semana que vem vamos fazer ai vc vai la ver o meu tempo das brilhantinas rsrsrsrs, parabéns
Bjusssss!!!!Rita

Toninhobira disse...

Gostei de rever as coisas que fizeram minha infancia/juventude.Era amante do Grapette,naquela pequeninha garrafa.Saudade do CRUSH aquele de laranja.
Pois é vivemos num tempo duro e ali eramos felizes a politica ainda não nos atingia diretamente.
Tempo bom amiga.
Bela participação para recordar.
Bjo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...