sábado, 23 de junho de 2012

Sem amarras





SEM AMARRAS
(Anne Lieri)


Sigo assim a correnteza,
Livre, solta e sem amarras...
Não há nada que me prenda,
Não tenho as mãos algemadas.
Sem lenço e sem documento,
Sigo sem planos de voo,
Solta nessa correnteza,
Sem pensar em tempo, espaço...
Sigo leve, sem ter laços,
Sem ter pressa, obrigação...
Se há culpa nesse ócio
Não a tomo prá mim, não!

Se Deus que é Deus descansou
 com seis dias de criação,
Quem sou eu prá discordar?
Quem sou eu prá dizer não?
Sem amarras vou feliz, nessa procrastinação.
Na rede me espreguiçar,
Do sonho não abrir mão...
Tomar um banho de rio,
Olhar o céu, virar ar.
Sem ter nada prá fazer,
Sem precisar respirar,
Sem nem ter no que pensar,
Apenas procrastinar...


Essa é minha participação no Projeto Bloinques: 

93ª Edição Poemas

- Tema: "Ai, que prazer não cumprir um dever. Ter um livro pra ler e não o fazer!" - Liberdade (Fernando Pessoa)   ·.
Procrastinar - coisa que todos nós fazemos às vezes, coisa que Fernando Pessoa sabia definir perfeitamente. Escrevam inspirando-se em F.P. falando sobre a sensação boa de deixar pra lá algumas coisas às vezes, mas também sobre o sentimento que culpa que isso traz.  



10 comentários:

ELAINE disse...

Anne querida! Adorei a poesia! E apoio totalmente! Daqui a pouco termino de responder os comentários e também vou me atirar... na cama, rsrsrs, não tenho rede, rsrsrs! Segunda-feira, dia 25 de junho,
terei postagem nova, na qual explico sobre a alternância de postagens e os respectivos dias!
Um final de semana iluminado!
Abraço fraterno e carinhoso!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

Everson Russo disse...

Liberdade aos caminhos,,,aos sentimentos...aos olhares....beijos de bom sábado pra ti amiga.

Majoli disse...

Belíssima participação!
Procrastinar é algo de tão bom, repõe nossas energias.

Parabéns Anne, ficou linda sua poesia.
Beijos de um delicioso final de semana.

Marcia disse...

Descansemos então...beijos menina voadora linda!

SOL da Esteva disse...

"Sem Amarras" dá para se vogar ao sabor dos ventos e marés, como a realização de sonhos e desejos.
Uma bela Poesia.

Beijos


SOL

Tunin disse...

Tudo que fazemos sem culpas, tem sabor de autenticidade.
Belas letras, Anne!
Bom final de semana.
Abração.

✿ chica disse...

Fazer tudo sem amarras é outro sabor.Linda poesia e participação!beijos,chica

Sônia Silvino (Crazy about Blogs) disse...

Sempre participas de forma brilhante, amiga!
Eu ando procrastinando demais.... Preciso me policiar, amiga!rs
Beijinhos!

Arnoldo Pimentel disse...

Sem amarras, liberdade a voar.Lindo e livre seu poema, beijos.

Liliane Blog Sonhar e Ser disse...

Anne
eu tenho este "problema"
simplesmente não consigo resolver o que preciso, vou enrolando incontrolavelmente.
Isso me traz muiiiiiita ansiedade.
Pra ser sincera queria nem esquentar a cuca.rs
Mas lendo os amigos, percebi que também é importante o não fazer nada.
aprendi mais um pouquinho.
rs
Beijo procê minha querida amiga..

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...