sexta-feira, 18 de maio de 2012

Carceragem






CARCERAGEM
( Anne Lieri)



Por ti eu sinto paixão
Mas não sou enciumada
Tenho os pés firmes no chão
Sei que ciúmes leva a nada.




Me inspiro em tua imagem
No teu jeito, teu sorriso...
Teu corpo é a viagem
Que me leva ao paraíso!



Mas sei que tu não és meu
Como também não sou tua.
Não quero ficar no breu
Liberto tua alma nua!



Se o amor é mesmo eterno
Te amarei eternamente,
Mas não posso ver-te servo
De meu corpo, minha mente!



Meu amor é liberdade
Confiança e proteção
Não quero a carceragem
De teu nobre coração!




Essa é minha participação no Projeto Ideias Compartilhadas dessa semana 

com o tema: ciumes.

Clique aqui para saber mais!

20 comentários:

SONINHA disse...

Amor maduro de uma pessoa segura de si!
Lindo, amiga!
Beijo grande!

ELAINE disse...

Anne, que lindo! A confiança é imprescindível para o amor! O verdadeiro amor liberta, não aprisiona.... Obrigada pelo carinho! Abraço carinhoso! Uma sexta-feira abençoada!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

✿ chica disse...

Linda participação e amor encarcerado não dá pé!! Só um cuidadinho básico,rsrs

beijos,chica

Everson Russo disse...

Um amor que aprisiona com delicadeza, com carinho, é sempre bom,,,sempre gostoso e protetor...beijos de bom final de semana pra ti amiga.

Aleatoriamente disse...

Penso desta forma, porque a liberdade é conquista diária.O amor nasce da semente dentro do coração da gente.Assim como o ciúmes, por isso é melhor vigiar. Para que sentir ciúmes, se o amor é que deve reinar? Ninguém serve a dois senhores. Melhor regar o que nos faz amados, respeitados e únicos ao ser amado.
Felipe sempre me pergunta se não sinto ciúmes de seu trabalho, sempre lidando com pessoas. Respondo-lhe que nem um pouco, porque confio muito nele. Não conheci ciúmes, o pouco que tinha compartilhava. Talvez seja por isso que eu entenda, que a liberdade de ir e vir desde que haja respeito é a regra.
O amor é base forte, não fico emburrada por charminho, sou carinhosa, amiga companheira e ele idem. Brigar por ciúmes? Não eu.
Teu texto é lindo Anne, e é exatamente o que sinto em relação ao ciúme.
Você escreveu em poesia uma prosa verdadeiramente bela.

Beijão e bom dia!

Maria Teresa Fheliz Benedito disse...

Esse é o verdadeiro amor.
O amor que não aprisiona.
O amor que liberta.
o amor que deixa o amor fluir.
O amor que deixa o amor ser o que ele é...
Adorei minha linda...beijinhos no coração

Maria Teresa Fheliz Benedito disse...

Esse é o verdadeiro amor.
O amor que não aprisiona.
O amor que liberta.
o amor que deixa o amor fluir.
O amor que deixa o amor ser o que ele é...
Adorei minha linda...beijinhos no coração

Orvalho do Céu disse...

Querida
Carceragem do coração é terrível... já vivi isso e nunca mais quero... é poço em fundo!!!
Bjm de paz

♥Soniaconsult♥ disse...

Aprisionar? Isso é horrivel!
Quanto mais a gente prende mais ele fica solto!
Quer prender de forma natural e segura? Solte...de liberdade.
E ele ficará eternamente preso.
Lindo poema Anne.
Um ótimo fds
Bjos

Lílian Almeida disse...

amei, amei, principalemnte o último verso , lindo !
Tenha um fim de semana bem gostoso, e muita paz no coração !
http://casascoisaseoutros.blogspot.com.br/
Beijo no ♥ !

Élys disse...

Um belo poema que mostra um amor amadurecido.Um amor que liberta.
Tenha um bom fim de semana.
Beijos.

Tunin disse...

O amor tem que ter liberdade para fluir.Beleza de poema, Anne!
Abração.

Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, Anne. Linda poesia. O amor não tem de ser cativo, ditador, e egoísta.
Quando amamos com o nosso coração puro, liberto e pleno, certamente criamos asas com raizes ao solo.
Sabemos que amar é muito bom, mas não precisamos sufocar a ninguém e nem à nós mesmos.
Quando sentimos que um amor não está vivendo o seu ápice, e que a outra pessoas poderá ser mais feliz sem a nossa presença, é melhor então, que assim seja!
Deixar o outro dói, mas certa hora faz-se necessário, para a saúde de ambos.
Lindo!
Um beijo na alma, e fique na paz!

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Anne!

Bonita descrição do que será um amor desprendido,sem prisão.

A Anne consegue versejar - e bem - sobre tudo...Parabéns, e boa sorte.

Beijinhos
Vitor

Luciana Santa Rita disse...

Oi Anne,

Boa noite! Linda a poesia! Concordo quando você coloca nas entrelinhas que o ciúme leva a carceragem. Penso que esse ciúme que teima em viver, só leva a nossa fraqueza.

Bom final de semana com a sua família!

Beijos! Lu

Edilene disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Edilene disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Edilene disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Liliane Blog Sonhar e Ser disse...

Anne....
é tão importante conquistar esta capacidade de amor e de amar sem fazer do outro nosso escravo, né.
beijos.

Sandra disse...

UM CIUME BOM É SEMPRE MUITO BOM E NOS FAZ BEM.
O BEM SE CONQUISTA COM O BEM...
http://sandrarandrade7.blogspot.com.br/
UM GRANDE ABRAÇO
SANDRA

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...