quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Recordações





Recordações
( Anne Lieri)


Da infância passageira João guarda algumas lembranças.
Curiosas brincadeiras, momentos de travessura!
Ele gosta de sentar no parque e ficar meditando todos os dias.
Hoje não há sol e a criançada ainda não saiu para brincar, como o costumeiro.
Mas, em suas recordações, João vê a meninada correndo, fazendo piruetas, estrelas no ar, rindo em seus pega pegas, esconde escondes...
Volta a ser aquele menino, de pés no chão, correndo pelas ruas, praças e vielas, sem camisa mas feliz!
Subia em árvores e dali ficava olhando o céu, cantando junto com os passarinhos...
Um dia se distraiu ao ver aquela menina bonita chegar e...BRRUUUUMMMM... caiu do galho!....rsss...
Ele ri sozinho ao se lembrar daquele dia!
A garota veio correndo, perguntando se ele havia se machucado.
João disse que não, apesar do orgulho ferido!
Mas aquele tombo lhe valeu a amizade com Lucinda, a menina mais bonita do bairro!
O tempo passou e o relacionamento virou um namorico, depois um namoro, um noivado e um casamento!
E do casamento tiveram três filhos,hoje já formados, casados, com filhos!
― “Como passa o tempo!” ― pensou João.
E olhando o relógio percebeu que a manhã havia passado.               
Ele se levanta e vai caminhando de volta para casa:
― “ Lucinda deve estar me esperando para o almoço!”
E tratou de apertar o passo!


Essa é a minha participação na 97ª edição visual do Projeto Bloinques.

Clique no link para participar também:
                               



11 comentários:

Ivana disse...

Que belas recordações guarda o João, muito bem! Um feriado bem tranquilo pra você, Anne, bjs

Everson Russo disse...

As recordações são as mais belas páginas escritas da vida,,,é onde tudo se fez e tudo chegou ao que é hoje,,,minha amiga, obrigado pelo seu carinho e sua amizade,,,adorei participar do seu outro blog, o dos autores,,,beijos e beijos de bom dia pra ti.

She disse...

Ahhhhhhhh como vc escreve gostoso! Amei! Minha Linda, quero aproveitar que vim aqui para te desejar um feliz Natal, que seja uma noite feliz e cheia de amor! ;) Estou num corre-corre danado, mas antes do Ano Novo eu falo contigo!
Beijo, beijo!
She

Tatiana Moreira disse...

São as boas recordações que marcam a nossa memória com os mais gostosos momentos vivenciados em plenitude!
Um abraço com carinho e um beijo com amizade!

Valéria disse...

Oi Anne!
Mais uma bela participação!
Ótimo finais felizes e o João é um homem de sorte, tropeçou uma vez na vida para cair aos pés do grande amor. Lindas recordações!
Beijinhos!

Calu disse...

O João tem uma sabedoria preciosa; a de cultivar o menino que sempre foi, deixando-o brincar todos os dias e trazendo nos olhos a alegria que ele proporciona.Eh, menino esperto!
Ele e Lucinda são feitos um p/ o outro nas amorosas linhas que vc traçou, Anne.
Amei!
Bjkas,
Calu

Célia Gil, narciso silvestre disse...

Linda história repleta de recordações! Bjs

Tunin disse...

Os bons momentos são marcados por sutis sabedorias e isto o João tem de sobra. A história seguiu um compasso tão gostoso que ficou um gostinho de quero mais. Beleza! Abração.

Vera Lúcia disse...

Olá Anne,
Bela participação! Parabéns!
O conto é lindo e leve. Uma leitura deliciosa!
As boas recordações são os mais belos tesouros que guardamos em nossa memória.
Beijos.

Iasmin Cruz disse...

Ane, querida, eu não vi o texto. Envie em comentário, la no blog na primeira postagem... a do meu de destaque.

LUCONI disse...

Anne meu anjo, como é bom recordar, são momentos inesquecíveis, seu conto ficou muito especial, beijos Luconi

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...