quarta-feira, 16 de novembro de 2011

De alma lavada






DE ALMA LAVADA
( Anne Lieri)

Deitada na cama, ela chorava.
O tempo, é verdade, passara...mas esqueceu de lhe avisar!
A perda de seu coração doía!
Saiu e tomou um banho de chuva!
De alma lavada foi recomeçar!



Essa é a minha participação na 26ª edição desafio do Projeto Creativite: escrever um mini conto com o tema perda que deve ter 70 caracteres no mínimo e 150 no máximo.
Clique no link abaixo para participar:

10 comentários:

Maria Luiza disse...

Anne, linda a sua participação com esse poema "De Alma Lavada". Lindo! Beijinho!

Severa Cabral(escritora) disse...

Belo alvorecer querida e sincera amiga!
Sua passagem no meu cantinho me engrandece como pessoa e como blogueira,kkkkkkkkk,me faz bem sempre...
Vim aqui te ler é tudo que engrandece meu lado intelectual.poema lindo que me faz sair de alma lavada ...
Bjs

Aleatoriamente disse...

Olá querida Anne.
O banho sempre nos renova e revigora.
Teu poema belo me deu bom dia.

Beijinho Anne.

✿ chica disse...

Muito legal,Anne!Ficou ótimo! beijos,tudo de bom,chica

Everson Russo disse...

Esse banho de chuva que lava corpo e alma deixa a gente bem mais leve pra poder seguir e sonhar...beijos de bom dia pra ti.

Tunin disse...

Tira a poeira do corpo e o pensamento fica leve. Muito bom, Anne! Abração.

♫*Isa Mar disse...

E todo dia é dia de recomeçar, nada melhor que um banho de chuva pra lavar a alma.
Beijos Anne

Calu disse...

No poema ela achou a cura:um banho de chuva opera milagres no corpo e n'alma, que exalando limpeza se renova inteira.
Com foco e beleza tua participação se marcou,Anne.
Bjoss,
Calu

Everson Russo disse...

Uma bela quinta feira pra ti minha amiga querida...beijos e beijos.

Valéria disse...

Oi Anne!
Linda participação!
A perda é sempre penosa, mas algumas delas precisamos deixar para trás mesmo.
Beijinhos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...