segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Lembranças de infancia





LEMBRANÇAS DE INFÂNCIA
( Anne Lieri)

Cidade louca, 10 de outubro de 2011.

                                                 Querida Pri,


Como vai?
Quanto tempo,não é mesmo?
Ainda hoje estava me lembrando de quando éramos crianças!
Que tempinho bom!
Lembra quando o vovô colocou todo mundo em cima do caminhão e fomos brincar á beira da represa?
Era uma tarde de domingo e não me esqueço do vento no rosto, o calor do verão e a cantoria na carroceria!
Foi um dia maravilhoso!
Chegamos á beira da represa e corremos para a água de roupa e tudo! Que festa mais gostosa!
Guerra de água, lembra?
Quantas risadas!
E o piquenique?
Bolo de chocolate e Q’Suco!
Pri, naquele tempo as coisas eram tão mais simples e dávamos muito mais valor,não é mesmo?
Por este motivo eu escrevo convidando você e sua família para virem á minha casa no aniversário da Le no dia vinte e um.
Quero que passemos bons momentos juntas, com nossos filhos e curtindo bastante a vida e nossa amizade que é a melhor coisa que temos!
Um beijo,

                                                   Pri
·        Pri é o apelido de “prima” com o qual minhas primas e eu nos tratamos até hoje. Somos todas “Pris”....rsss...coisas de criança!

Essa é a minha participação na 63ª edição cartas do Projeto Bloinques com o tema: Histórias da infância.
Clique no link e participe:




9 comentários:

✿ chica disse...

Lindas coisas de crianças e é tão bom ter as PRIS por perto...beijos,tudo de bom,linda semana!chica

Everson Russo disse...

Nada melhor do que esse sentimento,,,essas coisinhas de criança,....beijos de boa semana pra ti.

Cacá - José Cláudio disse...

Eu tenho umas frustrações de coisas de minha infância, Anne. Poucas mas tenho. Uma delas foi não ter primos para brincar. Apesar de não ter faltado amigos e vizinhos , os primos são sempre especiais. Fico vendo hoje minhas filhas e a sobrinhada toda tão ligados, acho uma belezura! Abração. paz e bem.

Tunin disse...

Que coisa gostosa esse afago familiar! É como uma brisa suave que passa em nosso ser. Não tive essa oportunidade, pois os poucos primos que tinha eram bem mais velhos que eu e não me davam "bolas". Mas, diverti-me muito com os amiguinhos de rua. Abração.

Bixudipé disse...

Sua carta é universal. Adorei!

Abração,

Rodrigo Davel

Karla Dias disse...

A infância é um delicia.
Bom mesmo é vê as amizade se solidificarem com o tempo...
beijos

Mari disse...

Oi Anne, linda lembrança de infância, amiga.
Fez me tirar do baú as minhas recordações. Bjs

Calu disse...

Essas coisinhas simples,
que alegram o coração,
estão em cada riso de criança,
em cada lembrança,
em toda lição
que na vida temos
aprendido pelos dias
vivos na memória
da infância que passou.

Anne,
tua carta é tbém a de todas nós, pris saudosas desse tempo maravilhoso.
Bjos,
Calu

Severa Cabral(escritora) disse...

Minha linda e carinhosa amiga!
Vim agradecer os elogios que depositastes sobre a minha pessoa lá no blog da Emíliana e no meu blog tbm.Fiquei tão emocionada que falar de agradecimento é muito pouco.Mas se eu falar de gratidão com certeza minha alma se iluminarar de amor,e eu poderei clarear a alma de muita gente...
Grata querida pelas palavras lindas!
Suas escritas são símbolos de quem sabe escrever com esmero.
Deus te abençõe sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...