sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Aprisionada





APRISIONADA
( Anne Lieri)



De repente sentiu-se acorrentada.
Os pés presos ao chão!
Olhou ao redor, assustada e chorou...
Não quis comer.
Não quis beber.
Ficou ali, paralisada...olhando a mata!
Não podia sair...voltar á antiga vida!
Não quis cantar.
Se calou.
Alguém a pusera numa gaiola...


Esta é a minha participação na 20ª edição desafio do Projeto Creativite: escrever um mini conto com no máximo 250 caracteres.(esse tem 240)

Clique no link e participe:




5 comentários:

Bixudipé disse...

Mas, o conto ficou muito poético; adorei!

Abração.

✿ chica disse...

Parabéns pela inspiração e criatividade! Ficou ótima tua participação!beijos,chica

Cida disse...

É, amiga, sem liberdade, ninguém consegue ser feliz!

Anne, obrigada pela visita e pelo carinho :)

Te desejo um lindo e feliz final de semana.

PAZ & LUZ!

Beijossss,

Cid@

LUCONI disse...

Tua inspiração não só ficou bela como também nos manda uma mensagem, muito triste perder a liberdade sem ter cometido crime algum, apenas por que um humano egoista resolveu ter a beleza do seu cantar só para si, beijos Luconi

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
Me identifiquei profundamente com a Imagem e o poema... muito verdadeiro... quem o sente... experimenta... sabe do que fala...
Bjs de paz e ótimo fim de semana.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...